quinta-feira, 22 de dezembro de 2011

Um plano de Natal

Parece que as crianças de hoje em dia são mais espertas do que a gente era, não é verdade? Já falei por aqui, algumas várias vezes, sobre meu sobrinho, o Leo. Ele tem seis anos e vira e mexe me surpreende com suas falas e idéias.

Lá por meados de outubro ele começou uma campanha que eu não entendi muito à época, já que ele adora ficar na minha casa, que é a casa da vovó também: a ceia de Natal deveria ser na casa dele e não na casa dos meus pais, como acontece todo ano. De tanto insistir, todo mundo topou, ele é o caçula da família e isso conta muito né!!

Uma tradição foi quebrada e um precedente foi estabelecido: a ceia de Natal, pela primeira vez na vida, não será na casa dos meus pais (minha casa, ainda, diga-se).

Até ai tudo bem, mas, nessa semana, entendi qual era o plano do pequeno com toda aquela campanha quando ele veio falar comigo e o diálogo foi mais ou menos o seguinte:

Leo: - Tia Fê, você pode levar uns cookies de chocolate na minha casa no dia do Natal?
Eu: - Posso Leo, mas pra que cookies? Já vai ter tanta comida no dia...
Leo: - É que eu tenho um plano... e preciso dos cookies...
Eu: - Hum... mas que plano é esse?
Leo: - Eu vou fazer uma armadilha pra pegar o Papai Noel!!
Eu: - Ah, sim... claro... e como você pretende fazer isso?
Leo: - Eu vou fazer uma armadilha com meu fio dental, quando Papai Noel for pegar os cookies que eu vou deixar na sala, ele vai ficar pendurado de cabeça para baixo... por isso eu preciso dos cookies e preciso que o tio Da ajude, porque ele é forte...
Eu: - Mais Leo, se você pegar o Papai Noel como ele vai entregar os presentes pras outras crianças?
Leo: - Mais tia Fê, é só porque eu quero ver ele, bem rapidinho... daí eu solto!!!

De certa forma isso me lembrou aquela parte do livro O Mundo de Sofia, quando o autor compara a pessoa que pensa ao coelho que quer sair da cartola e olhar nos olhos do mágico. O´Léo quer olhar nos olhos do Papai Noel...

Claro que eu vou levar os cookies, e nós vamos armar a tal armadilha e colocar os biscoitos em um parto lindo, perto da árvore de Natal... e, depois que ele dormir, os cookies vão sumir e apenas os farelos vão ficar no prato, a armadilha vai ser desmontada e um bilhete escrito por uma amiga que tem uma letra perfeita vai estar lá, embaixo de um único cookie mordido pela metade, dizendo assim...


“Olá Leo, você quase me pegou em sua armadilha, heim!!! Sorte que um de meus duendes ajudantes me salvou...

Obrigada pelos cookies de chocolate, são meus preferidos!! Como você adivinhou?
Recebi o e-mail que você me mandou, espero que goste dos presentes que eu trouxe...
No ano que vem, seja um garoto obediente ao papai e a mamãe, estude bastante, seja amigo dos livros, dos números e das letras e, então, quando você crescer, poderá construir um trenó a jato para mim... assim eu poderei entregar os presente mais rápido da Noite de Nnatal...

Até o ano que vem... ho-ho-ho

Papai Noel”


Então, este é meu Plano de Natal... garantir magia na vida de um garotinho de seis anos!!! ;o)


Imagem: We heart it


Beijos e um Natal Mágico para todos!!!
Fefa Rodrigues

P.S.1: Ano passado, a gente fingiu que o Papai Noel havia derrubado o gorro vermelho que ficou enroscado no portão da casa dele. Ele passou a semana toda com o gorro na cabeça, e só tirou quando minha irmã disse que o Papai Noel tinha mandado em e-mail, pedindo que o gorro fosse mandado para o Pólo Norte por sedex!!!

P.S.2: Quando perguntei se ele tinha mandando uma cartinha pro Papai Noel ele me disse que tinha mandando um e-mail... depois descobri que a irmã dele providenciou um endereço de e-mail papainoel@polonorte.com, e ajudou ele com o tal e-mail...

P.S.3: Ele acha que o Davi, meu namorado, é um pirata porque ele usa brinco... fora do contexto mas eu me lembrei desse detalhe e quis comentar!!!;o)

5 comentários:

Dora Delano disse...

De vez em quando eu fico tentando me lembrar quando foi que eu deixei de acreditar no Papai Noel.

Acho que foi no dia em que minha mãe foi "a papai noel" do prédio e eu reconheci o cheiro e as mãos dela.

faz bem em manter a imaginação do Leo. Ele vai agradecer quando crescer. :o)

Tais Oliveira disse...

Nossa Fe que plano Mega, Master, Infalível!

Cuidado encontrar o Papai Noel pendurado de verdade, hein!

Que tudo dê certo para a imaginação do Léo continuar assim, pura!

Um feliz Natal, Fê!

Te adoro!

Taís

Fernanda Cristina Vinhas Reis disse...

Oi Fefa!

Adorei a ideia do seu sobrinho! Muito esperto ele!

Outro dia, uma amiga minha compartilhou essa mesma foto no FB, e eu compartilhei tb! Adoro ela!

Beijos!

Fefa Rodrigues disse...

Dora... que forma mais poética de descobrir a verdade... erconhecer o cheiro das mãos da sua mãe!!!

Num certo natal um garotinho amigo nosso reconheceu meu namorado vestideod e Papai Noel pelo tênis hahahaha...

Espero que o Leo descubra a verdade assim... de uma forma bonita!!!!

Fefa Rodrigues disse...

Taaaaaaa

obrigada pela ajuda na preparação do plano 2!!!