segunda-feira, 7 de maio de 2012

Para viver um grande amor

Gente, eu nunca li um texto tão perfeito. Eu acho inscrível como os poetas conseguem captar detlhes da vida e torná-los poesia: 

Para Viver Um Grande Amor

                                                                      - Vinicius de Moraes -

Para viver um grande amor, preciso é muita concentração e muito siso, muita seriedade e pouco riso - para viver um grande amor.

Para viver um grande amor, mister é ser um homem de uma só mulher; pois ser de muitas, poxa! é de colher... - não tem nenhum valor.

Para viver um grande amor, primeiro é preciso sagrar-se cavalheiro e ser de sua dama por inteiro - seja lá como for. Há que fazer do corpo uma morada onde clausure-se a mulher amada e postar-se de fora com uma espada - para viver um grande amor.

Para viver um grande amor, vos digo, é preciso atenção como o "velho amigo", que porque é só vos quer sempre consigo para iludir o grande amor. É preciso muitíssimo cuidado com quem quer que não esteja apaixonado, pois quem não está, está sempre preparado pra chatear o grande amor.

Para viver um amor, na realidade, há que compenetrar-se da verdade de que não existe amor sem fidelidade - para viver um grande amor. Pois quem trai seu amor por vanidade é um desconhecedor da liberdade, dessa imensa, indizível liberdade que traz um só amor.

Para viver um grande amor, il faut além de fiel, ser bem conhecedor de arte culinária e de judô - para viver um grande amor.

Para viver um grande amor perfeito, não basta ser apenas bom sujeito; é preciso também ter muito peito - peito de remador. É preciso olhar sempre a bem-amada como a sua primeira namorada e sua viúva também, amortalhada no seu finado amor.

É muito necessário ter em vista um crédito de rosas no florista - muito mais, muito mais que na modista! - para aprazer ao grande amor. Pois do que o grande amor quer saber mesmo, é de amor, é de amor, de amor a esmo; depois, um tutuzinho com torresmo conta ponto a favor...

Conta ponto saber fazer coisinhas: ovos mexidos, camarões, sopinhas, molhos, strogonoffs - comidinhas para depois do amor. E o que há de melhor que ir pra cozinha e preparar com amor uma galinha com uma rica e gostosa farofinha, para o seu grande amor?

Para viver um grande amor é muito, muito importante viver sempre junto e até ser, se possível, um só defunto - pra não morrer de dor. É preciso um cuidado permanente não só com o corpo mas também com a mente, pois qualquer "baixo" seu, a amada sente - e esfria um pouco o amor. Há que ser bem cortês sem cortesia; doce e conciliador sem covardia; saber ganhar dinheiro com poesia - para viver um grande amor.

É preciso saber tomar uísque (com o mau bebedor nunca se arrisque!) e ser impermeável ao diz-que-diz-que - que não quer nada com o amor.

Mas tudo isso não adianta nada, se nesta selva oscura e desvairada não se souber achar a bem-amada — para viver um grande amor.


Beijos...
Fefa Rodrigues.

 

5 comentários:

Fernanda Cristina Vinhas Reis disse...

Oi Fefa!

Quanto a este texto, tinha que ser Vinícius, né? É a cara dele.

E respondendo aos seus comentários...Pode ficar sossegada que se para alguns vampiros falta pegação, nas Adagas Negras sobra...Bem True Blood...Se foi por isso que você quis ler, não vai se decepcionar;D

Robb...ai, Robb, o que dizer? No livro, até por ele não ter PDV, eu nào ligava muito pra ele. Mas desde que ele apareceu pela primeira vez nesta temporada, ameaçando Jaime, eu já fiquei babando. E boa parte disso vem a da atuação e dos lindos olhos azuis de Richard Maddenlicious. Quando é que a Talisa vai mostrar quem manda em casa? ;D e fazer um bem à nação? ;D

Jaqen também tirou meu fôlego! ;D Confesso que antes, eu não achava ele muita coisa. Meio esquisito, sim, mas depois de ver o cara em ação...Outro personagem que eu gostei mais com a atuação de Tom (não sei soletrar o sobrenome dele).

E Gendry...A Arya se deu muito bem nessa ;D Pena que ainda vai demorar um bocado...E você reparou na medida que a Maisie deu nele na cena? Aquilo foi ela, e não a Arya! Não que a gente possa culpar a coitada ;D Mas eu gosto do personagem também, sempre gostei. E o Joe Dempsie só tornou ele mais legal, mais humano, sei lá. Tomara que o personagem dele cresça na série.

Beijos!



PS: também acho o Loki muito fashion! ~Concordo não é porque é vilão quye tem que ser desleixado (se bem que eu curto um desleixado...;D)

Beijos!

Dora Delano disse...

Lindo! Lindo!

e aquele trecho é Gabriel, sim!

CMachado disse...

Incrível esse poema,Fefa!!

Singelo, fofo, verdadeiro...
Como vc disse o poeta pega o dia a dia e faz esse texto gostoso.
Você e seu amor fazem um lindo par!

Fefa,
respondendo sua pergunta eu gostei
do Arthur do massie, mas ta chegando o Arthur do BC e outro dele.
Estou terminando As Brumas de Avalon e vc ta gostando do livro que estas lendo?
Bj

Fefa Rodrigues disse...

Orquídea, obrigada pelo elogio!!;o)

Viu, eu estou lendo O Cemitério de Praga, do Umberto Eco, e para falar a verdade, ainda não "engrenou"... mas foi assim tbm com O Nome da Rosa e no final eu achei um livro maravilhoso... então acredito que com o passar das páginas eu vou curtir...

Outra coisa, vc vai amar Arthur do BC!!!

E... encomendei O Historiador e estou com uma vontade de juntar a Irmandade da Adaga Negra... assim que chegar, a gente lê... certo???

Fernanda Cristina Vinhas Reis disse...

Oi Fefa!

Eu tambvém acabo lembrando de outras coisas para comentar, com você ou nos posts, deppois de postar ;D Quanto ao seu cometário de Vingadores, eiu também só vi uma. E um amigo meu disse que talvez a segunda cena não tenha aqui no Brasil. Não sei, mas fiquei curiosa...

Também tenho problema poara associar a Natalie Dormer com Margaery...eu também imaginava uma moça mais nova, mais ou menos a da idade da Emilia Clarke, ou da Ygritte, e com carinha mais de anjo. E acho que a produção podia deixar ela mais inocente. Mas devo confessar que estou gostando da atução dela.

Também imaginava a talisa mais inocente. E também estou gostando dela na série. Mas Ygritte é bem mais bonita. Invejinha dela...;D

Também gosteiu da Melisandre parindo a sombra, mas achei que colocar a cara do Stannis foi meio precipitado. Mas gostei porque eu tive muita dificuldade de visualizar isso no livro. E no livro dá a entender que a sombra foi gerada por ela e Stannis, mas fica meio que nas entrelinhas.

Se eu lembrar de mais alguma coisa, eu te falo.

Beijos!