quarta-feira, 15 de maio de 2013

O Homem de São Petersburgo - Ken Follett

Só agora percebi que a minha leitura atual informada aqui ao lado está errada. Não estava lendo A Chave Rebeca, mas sim O Homem de São Petersburgo. Ambos são do mesmo autor, mas ainda não li aquele.

Gente, esse livro é demais. Quem leu meus comentários sobre Queda de Gigantes, que é do mesmo autor, sabe que eu amei totalmente aquele livro, e esse é na mesma linha. Uma trama realmente fascinante e que, no meu caso, une vários dos elementos que eu mais amo em literatura: um momento histórico específico, neste caso, a proximidade da I Guerra Mundial, relações internacionais e diplomacia, personagens históricos reais e, em meio a todo esse elemento lógico, o destino, inexorável como sempre!!


Tudo começa quando o Conde Walden, apesar de desprezar os liberais, é persuadido por Churchil a negociar secretamente com um príncipe russo o apoio da Russa à Inglaterra em caso de guerra contra a Alemanha. O príncipe Aleks vem, então, se hospedar em sua casa, fingindo que vem passar a temporada em Londres, para iniciar as negociações. Walden é casado com uma aristocrata russa, Lady Lydia com quem tem uma filha, Charlotte. Ambas vivem na riqueza e Charlotte não conhece nada da vida real, já que foi criada protegida de tudo. 

Doutro lado temos Félix, um anarquista russo, que vive em genebra e que, ao saber, por meio de espiões, que um príncipe russo está em Londres para negociar a entrada da Russia numa possível guerra com a qual  não tem nenhuma relação ou interesse, decide matar Aleks, que além de ser o responsável pela missão, é o sobrinho preferido do czar Nicolau. Com isso, Felix tenciona denunciar os planos do czar ao povo russo, acreditando que com isso a revolução será deflagrada. 

A família de Walden vive uma vida perfeita, mas tudo começa a desmoronar. Charlotte tem uma mente inquieta e inquisitiva, Lydia tem um segredo de seu passado que esta prestes a ser revelado, Walden tem a missão de proteger seu país negociando com Aleks e os interesses russos, e ainda tem que protegê-lo de Félix. 

Resumindo assim pode até parecer que a história não tem muita graça, mas é muito boa mesmo. Cheia de suspense e perseguições policiais, além de ser mais uma aula de política internacional e história. Gosto da forma como o autor demonstra que mesmo os grandes eventos da história são movidos por pessoas comuns, por seus sonhos, desejos e paixões.

Adorei e acho que Charlotte pode representar um pouco da mudança pela qual o mundo passou durante a I Guerra... aliás, se a gente somar esse livro a Queda de Gigantes e a série Downton Abbey teremos uma ideia bem ampla dessa fase da história.

Com certeza indico a leitura!!!!

Beijos;
Fefa Rodrigues

PS: Eu ia ler Queda de Gigantes e também pretendo ler Cidade de Ladrões que a Lu vai me emprestar, mas de última hora resolvi ler Os Confins do Mundo, da série Alexandros. Bem diferente, outro foco... eu gosto de focar um assunto sempre, mas me deu uma vontade enorme de ler esse livro e terminar essa trilogia, então vai ser ele!!!


5 comentários:

Fernanda Cristina Vinhas Reis disse...

OI Fefa!

Ainda não li nenhum livro de espionagem dele, mas já ouvi dizer que são muito bons também.

Beijos!

Leticia disse...

Olá Fefa linda,
Sempre tive curiosidade para ler livros de perseguições policiais, mas ainda não lembro de ter lido..

Esse parece sim ser legal..e nao demostra ser chato não..rs

Beijos
livrosvamosdevoralos.blogspot.com.br

Nadia V. disse...

Oi, Fefa.
Também não li nenhum livro de Espionagem dele, mas gostei da resenha e vou colocar na lista. :)

Beijos.

Nequéren Reis disse...


Olá Deus te abençoe, muito bom, muito bom mesmo amei o seu blog o post esta um sucesso, já estou te seguindo OBRIGADO PELA VISITA.Aguardando retribuição
Curta e participe do meu blog, fan Page, twitter, instragam e canal do youtube.
Blog: http://arrasandonobatomvermelho.blogspot.com.br

Fernanda Cristina Vinhas Reis disse...

Oi Fefa!

Eu estava ocm saudades dos seus comentártios, mas você já havia dito que estava com esse problema de acessar, então eu sabia que você não tinha visto.
Olha, esse episódio foi épico! Sofri muito!!!!! Nem vou te falar pra se preparar antes, porque eu tentei e fiquei em choque do mesmo jeito.

L~e logo a Dança pra gente discutir mais! Eu acho que tenho você no meu face, vou procurar. Se não, vou te procurar.

Beijos!