sexta-feira, 29 de novembro de 2013

As Luzes de Setembro - Zafon



Foto da net porque estou sem câmera!!

Estou tão atrasada nas minhas postagens!!! Tudo culpa da minha máquina fotográfica que estragou e agora dependo do meu marido para as fotos dos livros!!!

Logo que terminei Merlin já comecei Luzes de Setembro, último livro do Zafon publicado em português e único que eu ainda não tinha lido. Posso dizer que desses “livros menores” que engloba Marina, O Príncipe da Névoa e O Palácio da Meia Noite, Luzes de Setembro só fica atrás de Marina.

A história desta fez se passa na França na década de 1930. Irene é uma jovem garota parisiense que, após a morte do pai, passa por dificuldades financeiras junto com a mãe e o irmão – Simone e Dorian –, já que toda a fortuna da família acaba sendo usada para quitar suas muitas dívidas.

Depois de um ano de muito sofrimento em Paris, a família se muda para pequena cidade de Baia Azul, na Normandia, onde a mãe conseguiu um emprego como governanta na mansão de Janus, um excêntrico engenheiro e criador de maravilhas automáticas que vive em um imenso casarão com Alexandra, sua esposa acamada e que ninguém vê há vinte anos, e com Hannah, a jovem cozinheira.

Irene e Hannah têm a mesma idade, e logo se tornam amigas e, através dela, Irene conhece Ismael e, claro, os dois logo se apaixonam. Tudo vai bem até que em uma noite de tempestade, Hannah se levanta no meio da madrugada. Sem conseguir dormir novamente por causa do barulho das batidas de uma janela das centenas de quartos da mansão, Hannah se vê obrigada a enfrentar os escuros corredores habitados pelas centenas de invenções mecânicas de Janus até encontrar a fonte do barulho e, naquele quarto, ela acaba despertando o mal que se esconde na mansão, uma mal que estava adormecido há vinte anos.

A partir daí coisas horríveis começam a acontecer na pacata cidade, a após um assassinato brutal nos bosques que rodeiam a mansão de Janus, Irene e Ismael começam a investigar a ligação do crime com a mansão. Em clima de constante suspense e rodeada por aparições fantasmagóricas, Irene logo percebe que sua família, e principalmente sua mãe, é quem mais corre perigo.

Com a ajuda de Ismael, Irene vai fazer tudo que é possível para proteger sua mãe e irmão do mal que assombra a mansão e Janus, desde que ele era apenas uma criança.

Mais uma vez o autor usa os mesmos ingredientes para uma nova receita. Adolescentes apaixonados, um casarão assustador, eventos misteriosos e sobrenaturais, seres macabros, maldições passadas e a corrida contra o tempo para salvar aqueles a quem se ama e mais uma vez a receita dá certo!!

É uma leitura tão fácil e gostosa que dá para terminar “numa sentada”, e mesmo sendo claramente um livro para adolescentes, a história é muito boa e muito bem escrita. Seria bem legal se se tornasse um filme!!

Um livro fofo!!!

Agora é torcer para que Zafon dê continuidade à história do Daniel Sempere, como deu a entender no final de O Prisioneiro do Céu, para que a gente tenha mais das ótimas histórias desse escritor fantástico!!!

É isso!!

Beijos e ótimas leituras!!!
Fefa Rodrigues

PS: Ah, Feeee eu não esqueci do prometido, logo o seu estará aí com você!!!


Um comentário:

Ariana Mariela Wolf disse...

Ler é tudo de bom. Eu encontro tantas dicas nos blogs que fico meio doida. Não sei qual escolher primeiro hgehehehe. Parabéns pela resenha!

Beijos.
http://arianaviajante.blogspot.com.br