quinta-feira, 28 de junho de 2012

Literatura e Cinema

Hoje no blog Universo Literário, um dos meus preferidos, há uma postagem falando um pouco sobre as séries de livros que se tornaram adaptações cinematográficas de sucesso e pensei em escrever algo sobre o assunto também. 

Eu tive meu primeiro contato com fantasia a partir do cinema, quando assiti ao Senhor dos Anéis - A Sociedade do Anel. Saí do cinema direto para a livraria e não sosseguei enquanto não li todos os livros da série e, a partir dai, viciei em fantasia.

Acredito que as séries de livro mais famosas são Harry Potter, O Senhor dos Anéis, As Crônicas de Nárnia e Crepúsculo. Crônicas do Gelo e do Fogo, se tornou uma série série para a TV e não filme, mas também é perfeieta e um super sucesso.

Tem, ainda, Jogos Vorarez que eu não assiti mas que tem sido muito bem falado e está na minha lista de leituras. É muito legal que os nossos livros preferidos se tornem filems, não é? Mesmo que nossa frase seja sempre "o livro é bem melhor" é bom ver nossos personagens queridos ganhar vida e a ambientação também é um detalhe que eu adoro!!









Uma adaptação que eu não gostei foi O Código Da Vinci, o livro é tão emocionante, tão cheio de ação e empolgante, mas o filme não "captou" essa caratesitica. Acei parado e os "enigmas" que eram o ponto forte do livro não foram explorados. O mesmo, na minha opnião, aconteceu com Anjos e Demônios.




Além das séries que se tornaram filmes, alguns clássicos da literatura também vão estrear nas telas do cinema nos próximos meses. O mais esperado, por mim pelo menos, é Os Miseráveis, quem me conhece já sabe que eu considero este livro o melhor de todos os tempos, tenho verdadeira fascinação pela obra, e acredito que é algo que todo mundo deveria ler antes de morrer!!! Sei que de outras adaptações, mas ainda não vi nenhuma delas, então, estou aguardando anciosa por este filme.


Outro clássico que em breve veremos no cinema é Ana Karenina, do Tolstoi. Também um livro ótimo. Aliás, Tolstoi é um escritor do mesmo nível de Vitor Hugo, genial. Neste livro, meu personagem preferido é o Liev, não sei se ele terá destaque no filme, mas me paixonei por ele no livro.

 
Por fim, O Grande Gatsbay também ganhou vida nas telonas, com Leonardo di Caprio no papel principal e, apesar de algumas críticas, acho que ele combina com o tal personagem. Outro filme que, apesar de não ter gostado tanto do livro, estou louca para assitir principalmente para conferir a fotografia e a ambientação. 


E ai, qual é sua adaptação preferida???

Beijos,
Fefa Rodrigues.

PS: Estou lendo O Historiado e este livro daria um ótimo filme!!!

5 comentários:

Nerito disse...

Meu contato com fantasia foi com uma adaptação da lenda do Rei Arthur. Na literatura, li As Aventuras de Xisto. Foi meu primeiro livro de "fantasia", mas minha leitura de todos os tempos é a série "Crônicas de Nárnia" de longe.
Me lembro que meu sonho era ver Nárnia nas telonas. Quando vi o primeiro tralier de "O Leão a Feiticeira e o Guarda-roupa", chorei de emoção ao ver esse sonho realizado. Adoro o filme não só pelo que representa, mas pela atuação do elenco e pelos efeitos especiais...
Gostei muito da adaptação de "O Castelo Animado", que uniu fantasia e animação japonesa, duas coisas que adoro.

Tais Oliveira disse...

Fe eu adoro todas essas adaptações!Porém a minha preferida é As Crônicas de Nárnia.

Beijos

Taís

Fernanda Cristina Vinhas Reis disse...

Oi Fê!

Você sabe que eu também afdoro quando os livros pulam pra telinha, ou telona. Como regra geral, os livros são melhores mesmo, mas eu gosto de colocar rosto nos personagens. Como o Nerito, minha paixão por fantsia veio por causa das adaptações da lenda de Artur. Na verdade, não sei exatamente se por causa das Brumas de Avalon, ou a História sem fim...eu li ambos pela primeira vez mais ou menos na mesma época, com 11/12 anos, e não me lembro qual foi primeiro.

Eu também não curti muito O Código Da Vinci. Já não gostei da escalação do elenco. Adoro Tom Hanks, mas não acho que ele tenha sido a escolha certa. Só gostei do Paul Bettany como o albino. Mas gostei mais do filme Anjos e Demônios do que do livro, que achei mais parado e difícil de engatar...

Olha, quanto a Dança dos Drgões, é verdade, veio com um capítulo a menos. Eu comprei essa semana na FNAC pra minha irmã, e depois fiquei sabendo. Fui ver, e dito e feito, um capítulo comido pela editora. Ontem eu fui com ela passear na Paulista (minha irmã tá de férias) e a gente, claro, entrou na Cultura e na FNAC. Eu olhei vários exemplares, e todos estavam com o mesmo defeito. A editora fez um recall, e vai trocar todos os exemplares de quem comprou. E também disponibilizou o capítulo em formato digital no site. Mas é muito feio isso, né? quiseram apressar as coisas e fizeram tudo nas coxas...

Beijos!

CMachado disse...

Olá Fefa,
queria muito comentar esse seu post.
Estava deveras ocupada...
Gostei muito de ver "O Morro dos Ventos Uivantes" esse filme a que me refiro é de 1939, com a (Oberon) e o marido da minha querida Vivian Legh,o maravilhoso(Laurence Olivier) mas o maravilhoso,(David Niven). Eles conseguiram captar a essência do livro. Ficou ótimo!!!

Outro claro tenho que mencionar, como vc sabe eu amooo
"E O Vento Levou", ficou simplesmente excepcional, todos os personagens sem tirar nenhum do livro, todos os diálogos do livro presente no filme, fruto de trabalho dedicado...

Apesar de na maioria dos filmes, não ficar como no livro ainda assim, gosto sempre de filmes baseados nos livros!!

Tem mais que gostei que ficou boa a adaptação e outros nem tanto, conforme me lembrar eu volto =D
Bjk

CMachado disse...

Ah esqueci, achei Orgulho e preconceito incrível de bom e adorei ver o senhor Darcy, aliás queria um sr: Darcy como esse de Orgulho e Preconceito. (rsrs)

"O código..., ficou bom não, o livro na época que li muito bom, o filme foi decepcionante logo em seguida que acabei de ler...

Fefa, O Historiador, daria um filmaço né?
Bjk