terça-feira, 24 de abril de 2012

Palavras bonitas

Eu não existo sem você

Eu sei e você sabe, já que a vida quis assim
Que nada nesse mundo levará você de mim
Eu sei e você sabe que a distância não existe
Que todo grande amor
Só é bem grande se for triste
Por isso, meu amor
Não tenha medo de sofrer
Que todos os caminhos
Me encaminham pra você

 
Assim como o oceano
Só é belo com luar
Assim como a canção
Só tem razão se se cantar
Assim como uma nuvem
Só acontece se chover
Assim como o poeta
Só é grande se sofrer
Assim como viver
Sem ter amor não é viver
Não há você sem mim
Eu não existo sem você.

                                                       - Vinícius de Moraes - 



Beijos, 
Fefa Rodrigues



3 comentários:

Fernanda Cristina Vinhas Reis disse...

Oi Fefa!

Eu imaginei mesmo que era você, desde o Feeeeeeee, do começo ;D

Tinha que ser Vinícius de Moraes, né? Lindo mesmo!

Beijos!



PS: obrigada pela lembrança, e acho que os astros sabem mesmo o que fazem ;D

Nerito disse...

Acho que Vinícius não é somente um grande poeta. Acredito que seus poemas são por si só uma aula de poesia. Adoro os sonetos dele. Não sou grande leitor de poesia, mas não posso negar o impacto da leitura de um soneto profundo, um soneto de amor, como os que Vinícius de Moraes criava.

Abração!

Fernanda Cristina Vinhas Reis disse...

Fê!

Olha só o que eu achei! Os dois mestres juntos: Bernard Cornwell e George Martin!

http://georgerrmartin.com/news.html

Beijos!